quinta-feira, 30 de abril de 2009

Feijão


Comida nacional por excelência, o feijão é encontrado entre nós principalmente em 3 tipos: branco, mulato e preto. Ao contrário dos seres humanos, para os quais a integração das raças é muito benéfica, os feijões não devem ser misturados.
Cada macaco em seu galho, cada feijão em sua panela. Da simples e saborosa salada de feijão à
mais requintada feijoada; das mesas mais simples aos mais fartos almoços nas mansões
milionárias, este pretinho nacional está sempre "por cima da carne-seca ".
AMACIAR e COZINHAR FEIJÃO — O feijão deve ficar de molho de véspera ou durante algumas horas; deverá estar lavado, para que possa ir ao fogo na mesma água em que repousou.
Uma colher de gordura ou um pouco de óleo, acrescentados na hora do cozimento, evitarão a formação de espumas* e deixarão o feijão macio.
Muito bom para o feijão cozinhar mais depressa é colocar dentro dele 3 grãos de milho; ele fica macio e vermelhinho. Um pouco de bicarbonato também serve para amaciar o feijão.
Mas, na falta do milho ou do bicarbonato, quando o feijão estiver demorando muito para cozinhar, coloque dentro da panela água fria em vez de água fervendo.
AZEDO — Ao levar ao fogo um feijão cozido que esteve guardado e sentir um leve cheirinho de azedo quando ele começar a ferver, não precisa jogar fora.
Poderá recuperá-lo usando um dos seguintes processos — quando o feijão começar a ferver e
formar espuma:
Coloque dentro da panela 1 galho de salsa e deixe continuar fervendo. Logo terá desaparecido o cheiro e o gostinho de azedo.
Substitua a salsa por um objeto de metal dourado.
Muito simples também é colocar dentro da panela uma colher comum (de sopa).
Se achar mais fácil, poderá colocar dentro da panela 1 rolha de cortiça.
O azedinho também vai desaparecer ao colocar água na sua panela, levar ao fogo e, quando
estiver fervendo, jogar dentro dela 3 pedacinhos de carvão.
Depois de ter colocado água, misture a ela um pouquinho de bicarbonato, deixando ferver por alguns minutos.
Vamos recuperar esse feijão, colocando mais água na sua panela, deixando-o ferver e tampando-o. Porém, essa tampa deverá ser colocada ao contrário, e por cima dela derrame um pouco de vinagre. Deixe o feijão ficar fervendo até que esse vinagre seque, então... está na hora de levar o feijão à mesa.
Primeiro refogue esse feijão; coloque água, deixe ferver, e, então, coloque um garfo dentro dele. Quando o feijão estiver grossinho e no ponto, é só retirar o garfo, que o azedinho... sumiu...
Na falta desses objetos, faça o seguinte: quando começar a ferver, retire toda a espuma e deixe continuar fervendo até que seque toda a água.
Coloque então outra água, deixe ferver novamente, e verá que o cheirinho terá desaparecido.
Nota: Em qualquer dos casos citados, depois de ter colocado o objeto dentro da panela, deixe continuar fervendo. Mas, veja bem: se o feijão estiver realmente azedo, o jeito é mesmo jogá-lo fora.
ENGROSSAR FEIJÃO — Se o feijão não quer engrossar, não deixe que à mesa percebam sua qualidade inferior. Misture ao seu caldo mais ou menos 1 colher (sopa) de maisena e 2 colheres (sopa) de chocolate em pó, não muito doce, dissolvidos em um pouco de água fria (a quantidade de ambos vai depender da quantidade de feijão).
Ficará uma delícia! Além do caldo ficar grossinho, o chocolate dará um novo sabor ao feijão.
Se não tiver chocolate, pode usar apenas a maisena.
Conselho. Quando derramar a maisena dissolvida na água fria dentro do caldo do feijão, faça-o aos poucos e mexendo sempre, até conseguir o ponto desejado.
QUEIMADO — Não mande à mesa um feijão queimado, porque ninguém vai conseguir comer. Também não precisa jogar fora, pois ele pode ser recuperado e ficar tão gostoso que ninguém irá perceber nem notar o mais leve cheiro ou vestígio de queimado.
Pode escolher e usar qualquer um dos seguintes procedimentos:
Troque o feijão de panela, sem raspar o fundo; ponha água fria e 1 cebola inteira (tirando apenas a barba) e leve ao fogo para ferver até que engrosse um pouco seu caldo.
O mesmo procedimento, trocando a cebola por 1 batata inteira, com casca e bem lavada.
Mergulhar imediatamente a panela com o feijão queimado em uma vasilha maior, contendo um pouco de água fria; deixar a panela destampada.
Depois de alguns minutos, terão saído o cheiro e o gosto do queimado; transfira então o feijão para outra panela, desprezando o fundo queimado. Coloque água e leve ao fogo para terminar de
cozinhar, ou até que seu caldo engrosse um pouco.
Tire da panela um pouco do feijão que queimou, ponha sobre a mesa ou pia e coloque em cima dele a panela com o feijão queimado, deixando-a destampada. Com uma colher vá mexendo em círculo (só a parte de cima), até que tenha saído toda a fumaça.
Transfira então esse feijão para outra panela, sem raspar o fundo queimado. Coloque mais
água e leve ao fogo para ferver.
Ponha dentro da panela com o feijão queimado um pequeno chumaço de algodão; coloque mais água, e deixe ferver até engrossar um pouco. Na hora de servir o feijão, é só retirar o algodão e jogar fora.
SALGADO — Se o feijão salgou, use um dos seguintes procedimentos:
Coloque na panela algumas gotas de limão.
Adicione 2 ou 3 batatas inteiras descascadas, ou em rodelas grossas.
Coloque folhas de couve.
Em qualquer desses processos, deixar o feijão ferver bastante até que tenha absorvido o excesso de sal.
TUTU e VIRADO DE FEIJÃO — Estes 2 deliciosos quitutes já incorporados
à cozinha folclórica brasileira, grandes e próprios acompanhamentos para uma carne de
porco (costeletas, lingüiças fritas etc), tão semelhantes são, que pouca gente sabe diferenciálos.
Mas, se você quer saber, há uma distinção: o tutu (mineiro) é feito com farinha de mandioca (farinha de mesa) e o viradinho (paulista) é preparado com farinha de milho, bem mais úmido do que o tutu, que é mais esfarinhado.
FEIJÃO CRU — Conservação — Evite que o feijão cru crie bicho (caruncho) colocando dentro da lata, junto com o feijão, um pedaço de pão.
Se você tiver uma grande quantidade de feijão cru, coloque-o dentro de um saco plástico bem fechado e guarde-o na gaveta de baixo da geladeira.
FEIJOADA — Se a feijoada ficou muito salgada, acrescente um pouquinho de açúcar, que ela vai melhorar muito.
Ela ficará mais leve se for acrescentado 1 copo de suco de laranja quando estiver pronta.
E, se a feijoada ficou muito gordurosa, coloque dentro dela, durante a fervura, 1 limão-galego inteiro com a casca e cortado em cruz.
(Até parece "simpatia"...)

3 comentários:

Nile e Richard disse...

Olá amiga,bom dia.
Gostei muito das dicas sobre o feijão.Muito importante no nosso dia-a-dia.
bjtos.Nile.

Antonia Albuquerque disse...

Bom dia amiga, estou de cara nova e isso quer dizer novo visual no bloguinho, passa lá deixa a sua opinião é mto importante para mim

Bom feriado e final de semana.

Abs,

JUARES E SANDRA disse...

OLA, SOU LOCUTORA DE RADIO, E PROCURANDO DICAS E FACILIDADES PARA DONA DE CASA PARA USAR NO MEU PROGRAMA DE RADIO ENCONTRI VC. ADOREI AS DICAS E VOU USA-LAS TODASSSSSSSSSSSSSSS. VA NOS VISITAR, SERIA UM PRAZER TE-LA COMO SEGUIDORA. UM GRANDE BJ E PARABENS PELAS DICAS.