segunda-feira, 23 de fevereiro de 2009

Açúcar

O açúcar, que o doce transformou em guloseima, deveria ser o símbolo da felicidade, pois doces são os momentos felizes de nossas vidas, e doces são os momentos de amor.
Em dias de festas, insinuando um toque mágico, o açúcar se apresenta na forma das mais variadas e irresistíveis guloseimas, tal como descrito nos contos da carochinha, onde as fadas tudo em doces transformavam, para melhor atrair as crianças.
Nas ocasiões festivas, bolos e confeitos se confraternizam com o champanhe, brindando alegremente um acontecimento feliz.
O açúcar é uma das maiores fontes naturais de energia. Os atletas resistem mais às exigências de seu esporte comendo alguns tabletes de açúcar durante as provas.
Isto neutralizará a ação da cãibra, tão freqüente no decorrer dos exercícios. Além disso, o tradicional copo d'água com açúcar é ótimo calmante.
E não se esqueça do conselho do compositor popular: com açúcar e com afeto
faça o doce predileto de seu amado, para ele ficar em casa...
AÇÚCAR REFINADO

ACONDICIONAMENTO — Para evitar que o açúcar empedre quando guardado na lata, coloque dentro dela algumas bolachinhas salgadas, ou algumas frutas secas.
Se numa emergência necessitar de açúcar de confeiteiro (encontra-se em mercearias e supermercados), e não o tiver em casa, bata o açúcar refinado no liquidificador, ou soque-o
bem e passe por peneira de seda.
AÇÚCAR MASCAVO

Há muitas maneiras para se conservar bem o açúcar mascavo:
I) Ele não endurece se for guardado em vidro grande, bem fechado, junto com algumas ameixas pretas.
II)Também não empedra, se for guardado em recipientes hermeticamente fechados, onde se colocou também uma casca de laranja ou de limão; apenas elas devem ser trocadas, quando estiverem secas.
III) Este açúcar também poderá ser bem conservado se for guardado no
congelador, desde que esteja bem acondicionado e protegido da umidade. O melhor será
colocá-lo dentro de um vidro bem fechado, e este colocado dentro de saco plástico também bem vedado.
Mas, se nenhuma dessas providências foi tomada, e o açúcar mascavo estiver endurecido, coloque dentro do seu recipiente ou pote uma fatia de pão mole, que dentro de poucas horas ele estará macio.
BALAS e CARAMELOS — Para conservá-los, guarde-os em frascos bem secos, onde se tenha colocado um saquinho de cal; este, absorvendo o excesso de umidade, evitará que as balas derretam.
Para quem gosta de fazer balas de coco ou de café, evite que elas açucarem, juntando, no momento de levar a panela ao fogo, 1 colher (sopa) de vinagre branco.
CALDAS e CARAMELOS — Para que uma calda não açucare, basta não mexê-la quando estiver no fogo ou esfriando.
Uma a duas colherzinhas de manteiga na calda, no momento de retirá-la do fogo (não mexer), também evitará que ela açucare.
Após queimar o açúcar para caramelar uma fôrma, joga-se este dentro dela para forrá-la, sem remexer a calda; deve-se apenas balançar a fôrma de um lado para o outro até que ela fique bem coberta e a calda, endurecida.
GELÉIA — GELATINA — As geléias preparadas em casa devem ser guardadas em vidros bem lavados; depois de secos, devem ser enxaguados por dentro com álcool, deixando secar normalmente; só depois de bem secos poderão receber as geléias, devendo ficar hermeticamente fechados.
A geléia feita em casa também se conservará intacta até por 1 ano inteiro se, depois de fria e colocada no vidro ou pote onde vai ser guardada, for despejada por cima dela uma camada de parafina (não se preocupe que ela não vai se misturar com a geléia).
Guarde-a bem vedada e em lugar fresco. Na hora de saboreá-la, é só remover a camada de
parafina.
As geléias que não forem guardadas por esse processo (o da parafina), assim como as compotas (ambas caseiras), após terem sido guardadas por algum tempo, poderão apresentar um leve cheirinho de mofo e paladar azedo.
Leve então esses doces ao fogo para uma pequena fervura (retirando antes — se houver — os vestígios de mofo). O gostinho desagradável desaparecerá, e eles ficarão em condições de serem novamente saboreados.
Quando usar folhas de gelatina ou gelatina em pó, elas devem ficar primeiro de olho, por alguns minutos, em um pouco de água fria (para se reidratarem), e só então levadas ao fogo ou banho-maria, para serem dissolvidas, sem necessidade de ferver. Então misturá-las aos ingredientes que a receita pedir.
MEL — Para sua perfeita conservação, guarde-o em lugar fresco e escuro, ou pelo menos em vidros pouco transparentes.
Se o mel açucarou, mergulhe o vidro dentro de um recipiente com água quente, deixando assim por alguns minutos. Logo ele voltará à consistência normal.
Quando necessitar retirar o mel com uma colher, mergulhe-a primeiro em água quente, assim o mel não ficará grudado nela.
Mas, se tiver que medi-lo numa xícara, para colocá-lo em alguma receita, evite que ele fique grudado na xícara, polvilhando-a primeiro com farinha de trigo, ou manteiga.
Assim, o mel (bem como o melado) escorrerá até a última gota. Em vez de manteiga, pode
também untar com óleo.
Pureza do mel — Dificilmente você encontrará mel de abelha puro em supermercados ou casas de comestíveis. Mas, se você já tem em casa um vidro ou pote de mel, há várias maneiras para você testar a sua pureza: Aqueça levemente o mel; se ele se tornar líquido, é puro, porque o falsificado, isto é, o que contém mistura, torna-se espesso.
Pegue um vidro transparente, com tampa de plástico, e coloque dentro dele 1 colher (sopa) de mel e 3 colheres (sopa) de álcool. Tampe e agite bem e fortemente, até que o conteúdo fique leitoso; deixe então descansar por algum tempo. Então, verifique: se o mel continuar turvo, ele não é puro; quando legítimo, o mel se separa do álcool.
O mel puro também se conhece por ele se cristalizar uniformemente, ao contrário do impuro, falsificado, cujo cheiro também não é de mel e sim de calda.
Pegue um copo branco e coloque dentro dele 1 dedo de mel e 20 gotas de água, misturando bem. Adicione, então, 2 gotas de acetato de chumbo líquido, e deixe a mistura repousar por 20 minutos. Se verificar que não houve alteração, ele é o puro mel de abelha, mas se surgir um precipitado em forma de flocos, pode ter a certeza de que você foi "tapeada".
Você ainda poderá se divertir, fazendo mais essa experiência: em um copo, misture 3 dedos de água e 1 dedo de mel, e pingue algumas gotas de iodeto de potássio.
Num instante você vai ficar sabendo se esse mel contém glicose, pois, sendo assim, surgirá uma cor pardacenta.
O uso habitual do mel regulariza o intestino e perfuma o hálito.

MELADO — Para que o melado feito em casa não fique açucarado, acrescente 1 colherzinha de manteiga para cada litro de melado.
Para medir melado em colher ou xícara, proceda como em mel.
O melado puro é aquele feito diretamente com caldo-de-cana; porém, um bom melado também se pode fazer com rapadura, desde que esta seja de ótima qualidade.


Fonte: Livro - Sebastiana Quebra-Galho Da Mulher Independente

4 comentários:

Isa Gomes disse...

Oi queria te convidar p/conhecer meu blog:
http://do40ao50.blogspot.com/, se gostar me linka.
Bj

Chá das 5 a meia-noite disse...

Adorei as dicas: uma doce leitura muito instrutiva para dona(o)s de casa atentas que nao gostam de disperdício e nem sereem enganadas, como as informações sobre o mel.Estou no aguardo da continuação.

Chá das 5 a meia-noite disse...

hummm melado também é muito bom.Certa vez comi um pao feito com melado,procuro essa receita faz um tempo, era muito bom!

日月神教-向左使 disse...

餐飲設備 製冰機 洗碗機 咖啡機 冷凍冷藏冰箱 蒸烤箱 關島婚禮 關島蜜月 花蓮民宿 彈簧床 床墊 獨立筒床墊 乳膠床墊 床墊工廠 產後護理之家 月子中心 坐月子中心 坐月子 月子餐 銀行貸款 信用貸款 個人信貸 房屋貸款 房屋轉增貸 房貸二胎 房屋二胎 銀行二胎 土地貸款 農地貸款 情趣用品 情趣用品 腳臭 水晶 長灘島 長灘島旅遊 長灘島景點 長灘島機加酒 長灘島必買