sexta-feira, 14 de maio de 2010

Os benefícios do arroz com feijão


Nutricionista aponta os prós e contras desta e de outras duplas imbatíveis do cardápio brasileiro

Quando você pensa em um deles, logo vem o outro na cabeça e a impressão é de que os dois “nasceram” juntos.
As parcerias do “arroz com feijão”, “pão com manteiga” e “queijo com goiabada”, por exemplo, são tão antigas que é difícil imaginar saboreá-las de forma isolada.

A combinação vai além da tradição e chega também aos nutrientes. Neste aspecto, nem sempre as duplas mais tradicionais do cardápio brasileiro são só vantajosas e, para fazer um raio X dos benefícios e malefícios de cada uma delas, o Delas recorreu ao Conselho Regional de Nutricionistas.
Abaixo, veja as orientações da gerente-técnica do Conselho Regional de Nutricionistas de São Paulo e Mato Grosso do Sul (CRN-3), Solange Saavedra.
Arroz com feijão
Segundo Solange “juntar arroz com feijão promove uma química perfeita para o organismo”, já que o arroz contém o aminoácido essencial metionina, e o feijão outro aminoácido essencial chamado lisina, combinação ideal para o corpo absorver bem as proteínas de origem vegetal. E olha que o brasileiro anda deixando o feijão de lado – o consumo deste alimento diminuiu. Segundo a nutricionista, as principais vantagens da dupla favorita dos brasileiros são: tornar mais eficiente o fornecimento de proteínas de origem vegetal e equilibrar o teor de glicose no sangue e a relação com a insulina. Segundo a nutricionista, para isso é fundamental que eles sejam ingeridos juntos. “O arroz polido, sozinho, pode disparar as taxas de açúcar e insulina na circulação, e o feijão tem o poder de brecar esse efeito, estabilizando a glicose”.
Para quem acha que a dupla engorda, a médica diz que ela ajuda a prolongar a sensação de saciedade e assim você não vai ter vontade de “atacar” um doce após a refeição. A única desvantagem é o exagero, diz a nutricionista. Tudo que é demais não ajuda e o equilíbrio perfeito entre ambos é conseguido com duas porções de arroz para cada uma de feijão.
Goiabada com queijo
O queijo completa a goiabada do ponto de vista nutricional. Mas a dupla é calórica e não deve ser comida todo dia.
Uma das sobremesas ou lanches mais populares do Brasil, desde os tempos da colonização portuguesa. É o famoso Romeu e Julieta (saiba preparar um bolo com a dupla). Segundo a nutricionista, o “Romeu” (queijo) é responsável pelas proteínas e a “Julieta” (goiabada) pelos carboidratos. Em equilíbiro, essa dupla só traz vantagens. O problema é a concentração de calorias.
Após uma refeição já completa, diz a nutricionista, “poder elevar a glicemia, pelo alto teor de carboidratos contido no doce, o que seria contraindicado para diabéticos”. Por isso, não vale visitar este clássico todos os dias. Prefira saborear a dupla, só de vez em quando.
Pão com manteiga
Já imaginou um café da manhã sem um ou outro? Pão com manteiga é ideal para começar um dia e traz uma série de vantagens para o organismo.
“Como vantagens podemos colocar que o pão é o alimento mais comum no início do dia que fornecerá carboidrato, nutriente que garante o fornecimento de energia mais imediata nessa primeira refeição”, diz Solange. Já a gordura presente na manteiga também impulsiona o “setor energia” do organismo.
O benefício do pão com manteiga é que os dois são fonte de energia. Mas para proteger o coração, é melhor optar por margarina
No entanto, é justamente ela que pode liderar as desvantagens da parceria. Margarina seria mais indicado para o consumo diário, acredita a nutricionista do CRN. Justamente por isso, a margarina é um dos produtos está entre os chamados “alimentos funcionais”, produzidos industrializadamente para diminuir as sequelas negativas e “turbinar” as positivas.
“Estaremos consumindo gorduras saturadas, já que a manteiga é um produto de origem animal (a fonte é o leite), e essa gordura não é a melhor para a saúde, pois aumenta os riscos de doenças cardíacas”, diz.

Bife com batata
Bife com batata é pedida certa ao perguntar “qual é o seu prato preferido”. E a combinação também tem vantagens, afirma a nutricionista do CRN. “O bife é um alimento importante como fonte de proteína, nutriente vital para o organismo, já que fornece aminoácidos essenciais que não são produzidos pelo corpo” afirma, acrescentando que a carne é fonte de vitaminas do complexo B e de minerais importantes como ferro, zinco e selênio.
“Já a batata, um alimento do grupo dos tubérculos e raízes, é fonte de carboidrato, sendo uma boa fonte de energia, além de ser fonte de vitamina C, e de minerais como potássio, fósforo e magnésio”.
Bife com batata é ótimo. Desde que a batata não seja frita e a carne sem gordura
Combinar os dois é uma ótima pedida, mas também pode esbarrar em desvantagens principalmente se o modo de preparo não for o mais indicado para a saúde. Fritar a batata e comer a gordura aparente da carne aumenta e muito o valor calórico da refeição. Se o “bife com batata (frita)” ainda chamar para o mesmo prato o arroz com feijão o banquete de calorias está pronto.
“Com relação à batata, se a porção selecionada for muito grande, juntando-se a outra fonte de carboidrato (geralmente arroz), vai aumentar muito o percentual de carboidrato numa mesma refeição, o que poderá aumentar a taxa glicêmica (glicose) no sangue”, diz a nutricionista.

Macarrão com molho vermelho
Existe molho branco, rosé e muitos outros. Nenhum é tão famoso na hora de combinar com o macarrão quanto o vermelho. O espaguete ao sugo é uma tradição nos pratos de todos os cantos do País.
“O macarrão é uma boa fonte de carboidratos, portanto, importante para o metabolismo energético do organismo. Junto com o molho vermelho (de tomate) vai fornecer alguns outros minerais como potássio, fósforo e magnésio”, afirma a nutricionista.
Macarrão com molho vermelho pode frequentar o cardápio. Só não vale exagerar nos outros ingredientes do prato
O tomate é um antioxidante e naturalmente já é positivo, por ser um protetor natural de doenças cardiovasculares (ainda assim, está no alvo de pesquisas para se tornar ainda mais poderoso). O molho ao sugo, portanto, além de ser o menos calórico, é ótimo para a saúde.
Já as desvantagens variam conforme o método de preparo. “Os molhos que começam ao sugo e se transformam em bolonhesa (carne moída), calabresa (linguiça) e genovese (com bacon, azeite e parmesão) deixam o prato muito calórico. O ideal é não consumi-los todos os dias” diz a nutricionista.
“Outra desvantagem é se a pessoa não abrir mão do arroz e juntar macarrão e arroz ou acrescentar batata na mesma refeição, um excesso de carboidratos”, completa.

Fonte: http://delas.ig.com.br/bemestar/os+beneficios+do+arroz+com+feijao/n1237619956779.html

9 comentários:

Cynthia Barreto disse...

Olá flor!! Estava com saudade de ler posts novos aqui...rs!!

De tudo isso que você citou no post eu só gosto da goiabada com queijo...rs! A batata frita só se for sem o bife (não como carne). Achei muito interessante o post...Beijos!

Ana Maria Braga disse...

gosto muito de ler post sobre alimentação. Tento me cuidar ao máximo, evito gorduras, diminui o açucar....faço exercicios....essas coisas. Não suma. Bjs

Nárriman disse...

Hummm...esse seu post me deixou com água na boca!!! Interessante essa matéria!
bj

Carla Gabriele Nunes disse...

Ei, eu amei esse post! Eu não vivo sem um feijão com arroz mas reconheço que os brasileiros andam mesmo deixando o feijão de lado e separando essa combinação tão deliciosa e benéfica. É sempre bom ler essas dicas de nutricionistas, de prós e contras. Adorei seu blog! Um abraço.

expresso moda disse...

Adoro todas essas comidas!Ótimo post!
O Blog é óóótimo!
bjs e ótima semana!

Liliane de Paula disse...

Feijão com arroz me faz falta se não como.

Cris Michelon disse...

Arroz e feijão ... delicia pura

Tem um mimo para você no meu cantinho.
bjs

Andrea Guim disse...

Oi, Claudia!
Destas duplas aí, gostar mesmo, só de goiabada com queijo, as demais ( menos carne vermelha, que não como) volta e meia estão na minha barriguinha!!!

Vim te convidara pra participar da NOVA PROMÔ que tá rolando no Blog'Arte. Passa lá!

Beijins!

Vanessa disse...

Olá, sempre acompanho seu blog e adoro!
Fiz um novo blog onde postarei meus trabalhos, e adoraria que você passasse por lá pra uma visitinha... espero que goste!! Beijos:*
http://byheartandsoularteemmadeira.blogspot.com/